Nouvelle Vague: A Grande Onda do Cinema

Vote aqui



Produção: Muriel Meynard

Roteiro: Frédéric Bonnaud

Trilha Sonora Original: Jorge Gabriel Ro, Matteo Locasciulli, Mattia Feliciani

Empresa(s) produtora(s): ARTE France, INA

Edição de som: Alba Musique

Direção de produção: Stéphanie Garnes

Pesquisa: Guillaume Bérard

Mixagem: Romain Colonna D´Istria

Montagem: Jean-Baptiste Blanc, Khalid Mamoun

Coordenação de Produção: Sarah Kere

Assistente de montagem: Gabriel Tardif

Co-produção: EX NIHILO

Coordenação de Pós-Produção: Kevin Bily

Colorista: Olivier Cohen

Animação Gráfica: Olivier Marquezy

Arquivo de imagem: INA

Assistente de Animação: Elloran Khelif, Loreen Casat

Foi durante os anos 60 que começou a Nouvelle Vague francesa. Caracterizada como um movimento cinematográfico de vanguarda, produziu uma nova geração de cineastas e novos corpos de atores. Foi uma revolução técnica e estética e uma forma totalmente diferente de se produzir filmes. Mas é acima de tudo uma ideia nova de cinema, mais próxima do romance ou da arte moderna do que do cinema comercial.
Próximas exibições no canal Curta!
21/12/2022 23:00:00 [daqui a 18 dias]
22/12/2022 03:00:00 [daqui a 18 dias]
22/12/2022 17:00:00 [daqui a 19 dias]
23/12/2022 11:00:00 [daqui a 20 dias]
24/12/2022 14:45:00 [daqui a 21 dias]
25/12/2022 23:00:00 [daqui a 22 dias]

cinema  cultura  frança  

Envie o seu comentário
Faça login ou se cadastre para comentar a obra.
Carregar mais comentários
Envie o seu comentário
Após aprovação, seu comentário será publicado e enviado para o diretor do filme. | Normas para publicação

Relatos de Professores



Utilizou este filme em suas aulas?
Relate sua experiência!

Relatos de Professores (0)

Testes de Conhecimentos


Você é Educador?
Crie o primeiro teste de conhecimentos para este filme!
Criar Teste

52 min
2021
França
AL

Diretor: Florence Platarets

Sinopse: Foi durante os anos 60 que começou a Nouvelle Vague francesa. Caracterizada como um movimento cinematográfico de vanguarda, produziu uma nova geração de cineastas e novos corpos de atores. Foi uma revolução técnica e estética e uma forma totalmente diferente de se produzir filmes. Mas é acima de tudo uma ideia nova de cinema, mais próxima do romance ou da arte moderna do que do cinema comercial.

Alugue