O Que Pode O Corpo?
COMO ASSISTIR NA TV?

COMO ASSISTIR NA TV?
Deixe seu voto Vote aqui



O corpo como expressão e lugar de debate público no mundo contemporâneo. A performance, expressão emblemática de nossa época, se destaca nas obras de diversos artistas que têm o corpo como matéria-prima para suas criações. Há novas formas de existência, e os signos culturais, identitários e políticos coexistem hoje sob uma pele multifacetada, com grande potencial de transformação.

Roteiro: Leonardo Barcelos, Tiago Tereza

Som Direto: Alexandre Martins, Denis Martins, Flora Guerra

Direção de Arte: Leonardo Barcelos, Nathália Larsen

Empresa(s) produtora(s): Tandera Filmes

Câmera: Barão Fonseca, Vagner Jabour

Assistente de Câmera: Cacá Diniz, Tião, Zinho

Produção Executiva: André Hallak, Eder Santos, Leonardo Barcelos

Pesquisa: Laura Clemesha, Leonardo Barcelos, Tiago Tereza

Direção de Fotografia: Barão Fonseca, Vagner Jabour

Mixagem: O Grivo

Montagem: Leonardo Barcelos, Luiz Pretti

Câmera Adicional: André Hallak, Augusto Barros

Efeitos Especiais: Leandro Aragão

Envie o seu comentário
Faça login ou se cadastre para comentar a obra.
Carregar mais comentários
Envie o seu comentário
Após aprovação, seu comentário será publicado e enviado para o diretor do filme. | Normas para publicação

Relatos de Professores



Utilizou este filme em suas aulas?
Relate sua experiência!

Relatos de Professores (0)

Testes de Conhecimentos


Você é Educador?
Crie o primeiro teste de conhecimentos para este filme!
Criar Teste

73 min
2023
Brasil
MG
A14

Diretor: Leonardo Barcelos

Elenco: Ana Luisa SantosAyrson HeráclitoCarlos MartielCarlos MendonçaGuilherme MoraisHelio LauarJanaí­na TábulaJo CliffordLuna VenturaMarco DonnarummaMarco Paulo RollaNatacha VoliakovskyORLANPaula GarciaRegina José GalindoRodrigo BragaViktoria Modesta

Sinopse: O corpo como expressão e lugar de debate público no mundo contemporâneo. A performance, expressão emblemática de nossa época, se destaca nas obras de diversos artistas que têm o corpo como matéria-prima para suas criações. Há novas formas de existência, e os signos culturais, identitários e políticos coexistem hoje sob uma pele multifacetada, com grande potencial de transformação.

Alugue