Luc Ferry


Disponível no:

Produção: Kênya Zanatta

Roteiro: Daniel Augusto

Empresa(s) produtora(s): Grifa

Edição de som: Caio Carvalho

Narração: André Guerreiro

Produção Executiva: Fernando Dias
Mauricio Dias

Assistente de Produção: Adressa Myiasato

Direção de Fotografia: Rodrigo Menck

Mixagem: Caio Carvalho

Montagem: Daniel Augusto

Finalização de Som: INPUT | artesonora

Coordenação de Produção: Isabel Oliva

Supervisão de Som: Rafael Benvenuti

Finalização de Imagens: Denys Urdiale

Design Gráfico: Audiovisualismo

Luc Ferry é filósofo e autor de diversos best-sellers, como Aprender a viver e A Revolução do Amor. Entre 2002 e 2004, foi Ministro da Educação da França, e hoje se apresenta como um dos principais defensores do Humanismo Secular. Em sua casa em Paris, ele fala sobre filosofia, tecnologia e o mundo contemporâneo, os poderes de inovação e destruição do capitalismo e o quanto a ideia de tragédia é fundamental para compreender o mundo contemporâneo.
Próximas exibições no canal Curta!
30/12/2021 21:00:00 [daqui a 98 dias]
31/12/2021 01:00:00 [daqui a 98 dias]
31/12/2021 15:00:00 [daqui a 99 dias]
03/01/2022 09:00:00 [daqui a 102 dias]
Envie o seu comentário
Faça login ou se cadastre para comentar a obra.
Carregar mais comentários
Envie o seu comentário
Após aprovação, seu comentário será publicado e enviado para o diretor do filme. | Normas para publicação

Aplicabilidades Pedagógicas



Etapa/Nível de Ensino: Ensino Fundamental - Anos Finais, Ensino Médio

Área de Ensino: Ciências Humanas

Componente Curricular/Disciplina: Filosofia, Sociologia


Relatos de Professores



Utilizou este filme em suas aulas? Relate sua experiência!


Relatos de Professores (0)

Testes de Conhecimentos


Você é Educador? Crie o primeiro teste de conhecimentos para este filme! Criar Teste

26 min
2015
Brasil
SP
LIVRE

Séries: Incertezas Críticas | 13 Episódios de 26 Minutos

Diretor: Daniel Augusto

Elenco: Luc Ferry

Sinopse: Luc Ferry é filósofo e autor de diversos best-sellers, como Aprender a viver e A Revolução do Amor. Entre 2002 e 2004, foi Ministro da Educação da França, e hoje se apresenta como um dos principais defensores do Humanismo Secular. Em sua casa em Paris, ele fala sobre filosofia, tecnologia e o mundo contemporâneo, os poderes de inovação e destruição do capitalismo e o quanto a ideia de tragédia é fundamental para compreender o mundo contemporâneo.

Alugue