A cicatriz do Rei


Disponível no:

Roteiro: François Busnel, Gilbert Sinoué

Empresa(s) produtora(s): ARTE France

Direção de produção: Catherine Canton

Mixagem: Virtuel Audio

Pós-produção: Highway Tv

Montagem: Erwan Le Gac

Os pretendentes, informados por Melantho - um dos servos de Penélope - descobriram que a rainha os havia enganado. Eles a trancaram no gineceu. Enquanto isso, Odisseu encontra Atena, que lhe diz que ele está de fato em Ítaca. A alegria dá lugar à raiva contra aquele que, segundo ele, o abandonou. Ela, no entanto, o transforma em um mendigo para que ele passe despercebido, e o aconselha a se refugiar com Eumaeus, o criador de porcos. Lá, ele encontra seu filho Telêmaco. Os dois então vão para o palácio. Odisseu, sob as roupas de mendigo, é maltratado pelos pretendentes que celebram a morte do rei. Euricléia, a solteirona do palácio, se propõe a lavar seus pés e reconhece a cicatriz de seu mestre há muito perdido. Mas Odisseu pede que ela fique em silêncio.
Envie o seu comentário
Faça login ou se cadastre para comentar a obra.
Carregar mais comentários
Envie o seu comentário
Após aprovação, seu comentário será publicado e enviado para o diretor do filme. | Normas para publicação

Relatos de Professores



Utilizou este filme em suas aulas? Relate sua experiência!


Relatos de Professores (0)

Testes de Conhecimentos


Você é Educador? Crie o primeiro teste de conhecimentos para este filme! Criar Teste

26 min
2020
França
14 ANOS

Séries: Grandes Mitos: A Odisseia | 10 Episódios de 26 Minutos

Diretor: François Busnel

Sinopse: Os pretendentes, informados por Melantho - um dos servos de Penélope - descobriram que a rainha os havia enganado. Eles a trancaram no gineceu. Enquanto isso, Odisseu encontra Atena, que lhe diz que ele está de fato em Ítaca. A alegria dá lugar à raiva contra aquele que, segundo ele, o abandonou. Ela, no entanto, o transforma em um mendigo para que ele passe despercebido, e o aconselha a se refugiar com Eumaeus, o criador de porcos. Lá, ele encontra seu filho Telêmaco. Os dois então vão para o palácio. Odisseu, sob as roupas de mendigo, é maltratado pelos pretendentes que celebram a morte do rei. Euricléia, a solteirona do palácio, se propõe a lavar seus pés e reconhece a cicatriz de seu mestre há muito perdido. Mas Odisseu pede que ela fique em silêncio.

Alugue